top of page
Buscar
  • prcarne

Futuros em queda, suínos em alta - uma situação bizarra

Por Jim Long, presidente-CEO, Genesus inc.


Os preços dos suínos vivos no sul de Minnesota foram cotados a 67.44 ¢ em 24 de abril. Na última sexta-feira (19), estavam a 87,73 ¢ . Um ganho de 20¢ nas três últimas semanas, ou mais de 40¢ por cabeça. Ainda é um preço que leva a perdas financeiras, mas certamente está indo na direção certa a uma taxa rápida.


Os especialistas que lidam com os futuros dos suínos magros têm uma visão diferente. Desde o pico de junho em abril de 91 ¢ , os mercados futuros de junho fecharam em 83 ¢ na última sexta-feira. Bizarro! Os porcos vivos agora estão quase a 88 ¢, enquanto os especialistas acham que junho será a 83 ¢. A trajetória dos suínos vivos é ascendente. Não temos certeza se os preços dos suínos vivos em junho já ficaram abaixo dos preços de meados de maio.


A primeira regra dos especialistas: as pessoas são estúpidas. - Terry Goodkind


Observações


As exportações de carne suína dos EUA continuam aumentando para 36.000 toneladas por semana, em comparação com 30.000. As 6.000 toneladas extras equivalem aproximadamente a 100.000 porcos a mais fora do mercado interno.


Todos nós estamos vendo o preço do milho e da soja caindo. Um sinal bem-vindo de alívio para uma indústria suína aflita. O preço médio do milho nos EUA por bushel na última sexta-feira foi de $5,88. Em abril, era de $6,85. Uma queda de quase $1,00 por bushel, reduzindo o custo de produção de um porco em $10 por cabeça. Os futuros do milho para setembro fecharam sexta-feira a $4,94 por bushel, refletindo o bom início da temporada de plantio nos EUA, a safra abundante no Brasil e as baixas exportações de milho. A China continua cancelando pedidos de milho. Talvez você não precise de milho para um rebanho suíno dizimado pela doença da peste suína africana. O farelo de soja também diminuiu para $380 por tonelada em outubro, em comparação com o pico deste ano de $438 por tonelada em março.


O abate de suínos nos EUA na semana passada foi de 2.408.000, o mesmo que no ano passado. Parece-nos que o peso dos suínos nos EUA está diminuindo rapidamente, já que os frigoríficos perseguem os porcos para manter a capacidade das plantas. Na última quinta-feira, o abate diário nacional foi de 235.470 cabeças, com uma média de 281,43 libras. Não tem feito calor, então não acreditamos que esses pesos, que estão baixos para maio, sejam afetados pelo calor. Onde vamos parar quando o clima esquentar? Com certeza, pesos mais baixos? Menor número de suínos para abate? Esperamos ambos. Dinâmicas para impulsionar o preço dos suínos. Sempre aconteceram - Sempre acontecerão.


Prop 12 - muita confusão enquanto a indústria analisa os próximos passos. Qual é o fornecimento de suínos do Prop 12? Essa é a grande pergunta. Não temos certeza se alguém realmente sabe.


Prop 12 - é uma perda em nossa opinião para nossa indústria, mas uma vitória para a Genesus. As fêmeas Genesus lidam melhor com a gestação em grupo em nossa opinião, com uma estrutura superior de pernas e pés e um temperamento propício para a convivência em baias. Nossa mortalidade e desgaste de matrizes são significativamente menores do que os de nossos concorrentes, e nas baias do Prop 12, a diferença se torna ainda maior.


Sabemos que o National Pork Board realizou estudos substanciais sobre a demanda por carne suína. Ficamos contentes com isso. Não temos certeza se alguém ouve muito sobre esse esforço. Entendemos que suas pesquisas indicam que o sabor é o principal fator para os consumidores. Não é surpresa. Talvez devêssemos fazer algo a respeito. Nossa indústria está estagnada, sem aumento no consumo per capita há uma geração. Enquanto isso, o consumo total de carne aumentou 20% per capita. Estamos perdendo dinheiro como indústria. Vender a mesma porcaria não está funcionando.


Sabor é uma combinação de marmoreio, suculência e textura. Pergunte a si mesmo: você se orgulha do sabor da carne suína que você produz? Você pede carne bovina quando está em um restaurante?


Resumo


Os preços dos suínos magros estão subindo - os pesos de abate estão diminuindo - os números de abate sazonalmente estão caindo.


As exportações de carne suína dos EUA aumentaram.


Os preços dos suínos europeus estão próximos de máximas históricas - os preços, com oferta menor, estão apoiando o aumento das exportações de carne suína dos EUA.


Os preços dos alimentos estão caindo, se os custos de produção pudessem diminuir em $20 por cabeça, além da queda em relação aos custos de abril.


A equipe da Genesus na China acabou de participar de uma feira comercial em Chengdu, China. As histórias de liquidação de rebanhos devido à peste suína africana são abundantes. A liquidação levará a um rápido aumento nos preços no início do verão. A China é o maior importador mundial de carne suína e precisará de mais carne suína.


Com base nas informações da indústria, acreditamos que os EUA liquidarão 300.000 matrizes nos próximos meses. Isso reduzirá significativamente a produção. Preços mais altos refletirão a menor oferta no final do outono até 2024.

A cura mais certa para preços baixos é preços baixos - Suínos


A cura mais certa para preços altos é preços altos - Milho


Leia mais sobre esse assunto em https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/futuros-em-queda-suinos-em-alta-uma-situacao-bizarra/20230523-131724-C563

© 2023. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


Fonte: Suinocultura Industrial

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page