Buscar
  • prcarne

Crise na suinocultura independente é pauta na Alesc

A atual crise na suinocultura independente, que ameaça fechar granjas por todo o Estado, foi pauta da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) nesta quarta-feira (6). Além dos parlamentares que integram a comissão permanente, a reunião contou com a presença do presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi e de lideranças do setor. Adir Engel, presidente do Núcleo Regional de Braço do Norte, se manifestou em nome de todos os suinocultores independentes.

Conforme levantamento da ACCS, o prejuízo atual do suinocultor independente passa dos R$ 300,00 por animal vendido. Hoje, o preço pago pelo quilo do suíno vivo é de R$ 5,00 e o custo de produção passa dos R$ 8,00. Esse cenário desesperador ocorre em meio aos recordes de exportação da carne suína e da lucratividade em ascensão das maiores agroindústrias do Brasil.

Todas as dificuldades foram apresentadas novamente aos parlamentares na reunião de hoje. O Governo do Estado, que foi representado pelo secretário de Estado da Agricultura, Ricardo Miotto Ternus, garantiu que o governador Carlos Moisés está atento aos pleitos da suinocultura independente e que, em breve, serão apresentadas propostas para salvar os suinocultores. Ele também destaca que uma frente mais ampla será formada com outros estados para cobrar medidas do Governo Federal.


MOBILIZAÇÃO DOS SUINOCULTORES

Indignados com o atual momento e com a falta de ações políticas para amenizar as dificuldades no setor, produtores independentes do Estado fizeram uma grande mobilização em Braço do Norte na semana passada. Mais de oito toneladas de carne suína foram distribuídas gratuitamente para a população e entidades filantrópicas.


As cruzes que foram espalhadas na Praça Padre Roer e o caixão simbolizaram a morte de todos os setores com o fim dos suinocultores independentes. Com a repercussão nacional da ação ACCS, realizada juntamente com o Núcleo Regional de suinocultores de Braço do Norte e região, do Sindicato Rural de Braço do Norte e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, lideranças políticas se mobilizaram para encontrar alternativas que socorram os suinocultores e pequenos frigoríficos.


Fonte: ACCS

0 visualização0 comentário