top of page
Buscar
  • prcarne

Banco atualiza recomendações de ações de frigoríficos

Quanto à BRF, o Itaú BBA observa sinais promissores de recuperação


Para a SLC Agrícola, o Itaú BBA prevê uma estabilidade - Foto: Divulgação

 

O Itaú BBA, banco de investimentos de renome, recentemente revisou suas projeções para duas empresas-chave do setor agroindustrial brasileiro: SLC Agrícola (SLCE3) e BRF (BRFS3). Essas atualizações são uma resposta ao cenário em constante mudança das commodities e às complexidades da cadeia de abastecimento.

 

Para a SLC Agrícola, o Itaú BBA prevê uma estabilidade nos preços dos grãos ao longo de 2024, com uma possível aceleração nas tendências de alta durante o plantio no segundo semestre, influenciada pelo fenômeno climático La Niña. Essa análise oferece insights valiosos para investidores que buscam entender o contexto futuro da empresa.

 

Quanto à BRF, o Itaú BBA observa sinais promissores de recuperação nos spreads de frango, indicando uma potencial melhoria na posição da empresa nesse segmento de mercado. Apesar da expectativa de que essa recuperação leve algum tempo para se traduzir em aumentos significativos nos preços, o banco elevou sua previsão para o Ebtida do frigorífico em 9% para 2024, atingindo R$ 7 bilhões.

 

Com base nas análises realizadas, o Itaú BBA ajustou suas recomendações de investimento para as empresas em questão. Para a SLC Agrícola, elevou o preço-alvo de R$ 23 para R$ 24, mantendo a recomendação de outperform (compra), enquanto para a BRF, apesar das perspectivas promissoras para o Ebtida, optou por manter sua indicação market perform (neutra), reduzindo o preço justo de R$ 19 para R$ 11. Essas atualizações refletem uma visão estratégica cuidadosamente ponderada em relação às oportunidades e desafios presentes no mercado agroindustrial.

 

Fonte: Agrolink - Leonardo Gottems

2 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page