Buscar
  • prcarne

Na Alemanha, consumo de carnes recua de forma contínua nos últimos 5 anos

Os alemães consumiram uma média de 55 quilos de carne no ano passado, o que representa uma queda significativa de 5,5 kg em relação aos dados coletados em 2016. Nesse período, o consumo de carne bovina caiu 0,4 kg, a carne suína teve o maior declínio – 5,7 kg per capita a menos – enquanto as aves tiveram um aumento de 0,7 quilos. A queda no consumo de carnes entre 2020 e 2021 foi de 2,1 quilos, representando uma redução de 1,2 quilos de carne suína, 600 gramas de carne bovina e 200 gramas de carne de aves, segundo o Centro Federal de Informações Agropecuárias (BZL).


A queda no consumo vem sendo acompanhada pela redução das importações de carnes, derivados e conservas de suínos e bovinos (-6,8%). As importações de carne de aves permaneceram estáveis.


Além disso, o volume de comércio exterior de animais vivos diminuiu novamente em 2021: as importações caíram quase um quinto (19,6%) em todas as espécies animais e as exportações caíram 1%.


As tendências do comércio exterior impactam o abate de animais no país: em relação a 2020, foi produzida 2,4% menos carne suína. Para carne bovina e aves, a produção caiu 1,6%.


De acordo com dados preliminares, em 2021 o grau de autossuficiência em carne foi de 121%, um aumento de 2,5%. O índice de autossuficiência para suínos foi de 132,4% e 98,2% para bovinos. No caso das aves, 96,7% da demanda interna pode ser atendida pela produção nacional, segundo dados da BZL.


Fonte: Agrolink - por SUISITE

0 visualização0 comentário