Buscar
  • prcarne

Mais de 30 mil suínos já foram abatidos na República Dominicana para a Peste Suína Africana

O governo informou que está continuando a entrega de compensação financeira aos criadores de suínos afetados; Até agora, nenhum surto de peste suína africana foi detectado em outras regiões


O Ministério da Agricultura da República Dominicana informou que até o momento 30.991 suínos foram abatidos como medida para conter a febre suína africana (APF) nas 14 províncias que notificam o vírus.


Para promover a recuperação dos suinocultores afetados, as autoridades informaram que iniciarão a entrega da compensação econômica nas regiões de Montecristi e Dajabón, onde 153 produtores tiveram que sacrificar seus animais.


Erick Montilla, diretor de comunicação do Ministério da Agricultura, esclareceu que, juntas, essas províncias receberão um montante total de 21,4 milhões de pesos dominicanos (US $ 375.860).


Este recurso fará parte dos 38 milhões de pesos dominicanos (pouco mais de 664.000 dólares), que o governo distribuirá a mais de 2.000 suinocultores, a partir da região de Sánchez Ramírez.


Especificamente em Santiago Rodríguez, foram disponibilizados 8,4 milhões de pesos (147.412 dólares) para indenizar 42 produtores, derivados do abate de 1.032 suínos, com um peso total de 74.748 quilos, segundo dados deste mesmo Ministério.


O gerente de Comunicações garantiu que a Comissão Oficial de Controle e Erradicação de Surtos de APF continua com seu trabalho em todo o país, sem que nenhum novo foco infeccioso tenha sido detectado até o momento.


Fonte: Suinocultura Industrial - com informações de Porcicultura


© 2021. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

0 visualização0 comentário