Buscar
  • prcarne

Governo cubano quer aumentar a produção de carne suína graças a uma aliança com o México

A meta inicial é produzir anualmente cerca de três mil toneladas de carne suína viva


O preço da carne suína em Cuba ultrapassa 200 pesos por libra (libra = 0,453592 kg), e a escassez de alimentos tem sido notável nos últimos meses. Agora, o governo cubano busca aumentar a produção de carne suína no país e, para isso, fez parceria com o México por meio de uma joint venture.


Dagame SA, é o nome da nova entidade binacional que foi criada esta segunda-feira e cujo objetivo essencial será a criação e engorda de suínos, segundo a ACN .


Ambos os países terão capital em partes iguais, entre a empresa Maquinarias y Estructuras Agrícolas SA, do México, e a fazenda La Emelina localizada no município de Artemiseño de Alquízar.


A meta inicial é produzir anualmente cerca de três mil toneladas de carne suína viva. Estas produções serão inicialmente destinadas ao Ministério da Indústria Alimentar, vendas através do comércio electrónico, sector do turismo e Zona Especial de Desenvolvimento Mariel. Como esperado, dada a notável escassez de alimentos em Cuba, incluindo aqueles destinados à pecuária, será o lado mexicano que oferecerá a ração.


O preço da carne de porco em Cuba


A carne de porco é, por tradição, a mais consumida no país. No entanto, nos últimos tempos tem até faltado na mesa de Natal devido aos seus preços proibitivos.


Em vários territórios do país, um quilo de carne está perto de 250 pesos o quilo, um número realmente escandaloso quando comparado ao de 2 anos atrás. Mas, sobretudo, excessivo para a grande maioria dos cubanos.


Hoje o país não tem ração. E as mais altas autoridades governamentais negaram qualquer possibilidade de comprar este alimento no mercado internacional nas condições atuais. Em vez disso, eles pediram o aumento da produção agrícola doméstica. No entanto, segundo os produtores, de forma alguma será possível atender toda a demanda nacional apenas com o plantio de ração animal.


Embora muitos pecuaristas tenham interesse em importar ração diretamente do exterior, sem intermediários que aumentem seu preço, o governo não permite. Este ano, Cuba espera produzir apenas 13% do que foi obtido em 2017, o melhor ano para a suinocultura cubana. Naquela época, foram produzidas 200 mil toneladas, enquanto os planos para 2022 falam de apenas 26 mil toneladas.


Leia mais sobre esse assunto em https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/governo-cubano-quer-aumentar-a-producao-de-carne-suina-gracas-a-uma-alianca-com/20220602-092712-S957

© 2022. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


Fonte: Suinocultura Industrial - com informações de Directorio Cubano

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo