Buscar
  • prcarne

Filipinas declara que casos de PSA estão diminuindo

Ministério da agricultura do país afirma que casos se restringem a menos de 1% dos quase 3.000 vilarejos que registraram surtos desde 2019


O ministério da agricultura das Filipinas disse na quinta-feira que os casos ativos de peste suína africana estão diminuindo e se restringem a menos de 1% dos quase 3.000 vilarejos que registraram surtos desde que os primeiros casos foram detectados em 2019.


A queda nas infecções e um programa de repovoamento de suínos financiado pelo governo colocaram o país do sudeste asiático no caminho para ser capaz de produzir um excedente doméstico de carne a partir de 2023, disse o ministério.


As Filipinas, o sétimo maior importador de carne suína do mundo antes que a demanda local fosse atingida pela pandemia, foram duramente atingidas por esses surtos e forçadas a aumentar a importação de carne suína para lidar com uma escassez doméstica aguda e moderar a inflação de alimentos.


"(Os casos ativos estão) diminuindo e confinados agora a apenas 22 aldeias", disse o porta-voz do ministério, Noel Reyes, em uma coletiva de imprensa.


O número de amostras positivas em agosto foi o menor dos últimos 12 meses, mostraram dados do governo.


O governo lançou um programa de 29,6 bilhões de pesos (US $ 586 milhões) para aumentar a produção local de suínos com foco no repovoamento de suínos, estendendo a assistência financeira aos criadores de suínos e fortalecendo a biossegurança para controlar a propagação do vírus.


Fonte: Suinocultura Industrial - com informações de Reuters


© 2021. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

0 visualização0 comentário