Buscar
  • prcarne

Estudo encontra altos níveis de AMR Salmonella em carne suína no Vietnã

Os esforços foram liderados por cientistas da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, na Inglaterra, que analisaram a resistência a antibióticos em cepas de Salmonella isoladas de carne suína em lojas de varejo de alimentos


Pesquisadores destacaram altos níveis de Salmonella resistente a medicamentos em carne suína no Vietnã.


Os esforços foram liderados por cientistas da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, na Inglaterra, que analisaram a resistência a antibióticos em cepas de Salmonella isoladas de carne suína em lojas de varejo de alimentos.


Os pesquisadores estudaram a resistência a vários medicamentos – quando uma cepa mostra resistência a diferentes antimicrobianos e procurou o gene mcr-1, que pode dar resistência de alto nível ao antibiótico colistina de último recurso.


Eles encontraram altos níveis de resistência antimicrobiana (AMR) e o surgimento de resistência à colistina, um antibiótico usado para tratar contra patógenos multirresistentes (MDR). Os resultados foram publicados na revista Frontiers in Veterinary Sciences .


O estudo investigou a suscetibilidade a antibióticos de 69 isolados de Salmonella coletados em lojas de varejo e matadouros no Vietnã durante 2014 e 2018/19. Os isolados vieram do projeto PigRISK, realizado de 2012 a 2017, e do projeto SafePORK, de 2017 a 2022, que visa reduzir a carga de doenças transmitidas por alimentos no Vietnã.


Os cientistas analisaram matadouros e amostras de carne suína de lojas de varejo classificadas como mercados úmidos, supermercados ou “boutiques” – onde os varejistas afirmam que a carne suína é de alta qualidade, rastreável e ecologicamente correta. Esses pontos de venda normalmente visam consumidores de alta renda e foram criados em 2016 para atender às preocupações do público sobre segurança alimentar e fornecer produtos que atendam aos requisitos de segurança.


Dezessete sorotipos diferentes foram identificados, dos quais Salmonella Typhimurium foi o mais comum, seguido por Salmonella Rissen, London, Anatum e Derby.


Pelo menos metade dos isolados foram resistentes a ampicilina, tetraciclina, cloranfenicol e trimetoprima. MDR estava presente em 41 isolados de 12 sorotipos.


Colistina e descobertas de varejo de ponta


Niamh Holohan, do departamento de biologia de infecções da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, disse que a pesquisa ajuda a quantificar o problema.


“A carne suína é responsável por 70% do total de carne consumida no Vietnã, o que significa que a carne de porco contaminada representa um risco para um grande número de consumidores. A prevalência de resistência à colistina é particularmente preocupante, pois esta é realmente a última linha de defesa para tratar infecções invasivas em um ambiente clínico. É importante que tenhamos esses dados e quantifiquemos o problema com precisão, para que possamos projetar as melhores estratégias para tentar combater o desenvolvimento de mais resistência aos medicamentos”.


O governo vietnamita introduziu um plano de ação nacional para monitorar a RAM em 2017 e uma lei sobre criação de animais em 2018 com o objetivo de eliminar o uso de antimicrobianos em rações para animais até 2020.


As cepas MDR foram mais comuns em matadouros e supermercados e menores em mercados tradicionais e lojas de conveniência. A resistência à colistina foi identificada em 18 cepas com mcr-1 encontrado em sete isolados e mcr-3 em dois isolados.


Lojas boutique apresentaram altos níveis de MDR, incluindo cinco isolados com mcr-1. O estudo mostrou que a carne suína de lojas como supermercados ou butiques ainda continha Salmonella com altos níveis de AMR.


Richard Stabler, da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, disse: “O governo vietnamita está trabalhando para reduzir o uso de antimicrobianos usados ??na produção de carne suína e fornecer aos consumidores melhores informações sobre como seus alimentos são produzidos. Este trabalho mostrou que essas amostras retrospectivas, mesmo de lojas de ponta, tinham níveis preocupantes de resistência aos medicamentos e é necessário mais trabalho para ver se a situação melhorou”.


Leia mais sobre esse assunto em https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/estudo-encontra-altos-niveis-de-amr-salmonella-em-carne-suina-no-vietna/20220519-090533-R174

© 2022. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


Fonte: Suinocultura Industrial - com informações de Food Safety News

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo