Buscar
  • prcarne

Em março suinocultores perdem participação em relação ao preço no varejo

Em março o suíno vivo alcançou valorização mensal próxima de 3,4%, enquanto na comparação com março do ano passado apontou queda de 9%. Na ponta do comércio varejista, segundo pesquisa realizada pelo Instituto de Economia Agrícola, o consumidor adquiriu o kg de carne suína por valor 4,3% superior ao de fevereiro último, enquanto apresentou queda de pouco menos de 3% sobre março de 2021.


O corolário é que em março o suinocultor piorou levemente a relação mensal na comparação entre os dois elos da cadeia de comercialização. Isso porque o suíno vivo alcançou 33,4% do valor praticado no varejo, enquanto em fevereiro foi de apenas 33,7%. Em comparação com março do ano passado, o preço do suíno vivo apresentou queda bem mais significativa que a verificada no varejo. Com isso, os suinocultores perderam 2,2 pontos percentuais na relação.


O primeiro trimestre mostra relação de 32,4%, cerca de 4,1 pontos percentuais abaixo da participação obtida pelos produtores suínos nos últimos doze meses, na casa dos 36,5%.



Fonte: Agrolink - por: SUISITE

0 visualização0 comentário