Buscar
  • prcarne

BRF implementa Programa Upgrade para capacitar rede de fornecedores

Em parceria com a IFS, Diversey e SENAI, Companhia trabalha para desenvolver habilidades de fornecedores estratégicos com foco em segurança dos alimentos e controle de processos


A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, deu início ao Programa Upgrade, projeto que visa capacitar e aprimorar sua rede de fornecedores e parceiros para operar com cada vez mais segurança e qualidade dentro dos padrões existentes para os mercados mais rígidos. Desta forma, é possível reduzir perdas financeiras, além de obter qualificação, treinamentos e certificações em segurança de alimentos.


“Para a BRF, é muito importante possuir a mais segura cadeia de fornecedores da indústria de alimentos. Por isso, criamos o Programa Upgrade para que nossa rede possa se desenvolver de acordo com as regulamentações aplicadas aos processos de segurança dos alimentos. Dessa forma, a Companhia consegue fortalecer os conceitos de food safety no Brasil e tornar fornecedores, independentemente do tamanho, mais competitivos e com uma produção de qualidade superior”, declara José Roberto Gonçalves, diretor de Qualidade Corporativa da BRF.


Idealizado inicialmente em parceria com a organização IFS (International Featured Standards) e o SENAI, instituição que oferece cursos de capacitação profissional, o projeto foi desenvolvido com o objetivo de fortalecer o programa Global Markets, garantindo que as empresas participantes desenvolvam seus processos para a obtenção de certificações reconhecidas pela GFSI (Global Food Safety Initiative), entregando produtos de alta qualidade dentro das especificações de seus clientes. Para colocar o projeto em prática, a BRF também firmou parceria com a Diversey, empresa especializada em soluções de higiene, sanitização e segurança dos alimentos.


Dividido em três etapas principais, o Programa Upgrade faz o diagnóstico dos fornecedores, ao avaliar o nível em que a empresa se encontra, de acordo com as determinações da norma IFS. Após esse processo de identificação, os fornecedores passam por um exercício de elaboração e implantação de ações de melhoria e, tão logo a empresa se adeque integralmente às normas, o programa finaliza com a certificação com foco no aperfeiçoamento contínuo e desenvolvimento de um sistema que garanta a qualidade e segurança dos produtos fabricados.


Fonte: Suinocultura Industrial

1 visualização0 comentário