top of page
Buscar
  • prcarne

34ª Reunião Anual do CBNA adianta foco na área de suínos: sustentabilidade ambiental

Evento será realizado entre os dias 21 e 23 de março de 2023, Hotel Premium, em Campinas, SP.


Por CBNA


“Na área de suínos serão abordados aspectos sobre o uso de estratégias nutricionais para promoção da sustentabilidade ambiental e do bem-estar animal. Ou seja, como ferramentas como os aditivos zootécnicos podem contribuir para melhorar o aproveitamento de nutrientes das dietas, minimizando a excreção de resíduos e de gases de efeito estufa pelos animais, além de favorecer o bem-estar dos suínos”.


A afirmação que inicia o texto é do professor Urbano dos Santos Ruiz, coordenador da área de suínos da 34ª Reunião Anual do CBNA - aves, suínos e bovinos, que acontece entre os dias 21 e 23 de março de 2023, Hotel Premium, em Campinas, SP.


O encontro é realizado anualmente pelo Colégio Brasileiro de Nutrição Animal.


O professor segue dizendo que adicionalmente, serão tratados pontos relativos à pegada de carbono e o impacto ambiental da produção de ingredientes para alimentação animal, que contribui para a sustentabilidade da produção animal como um todo. Isto é, a depender de como os ingredientes são produzidos, dos impactos que possam causar ao ambiente, ou, de forma contrária, da mitigação dos efeitos ao ambiente, a geração de gases de efeito estufa e de resíduos na produção animal podem ser alteradas.


O assunto é especialmente importante, visto que a sustentabilidade da produção de suínos, ou de qualquer outra espécie animal, está ligada diretamente à criação dos animais e às atividades relacionadas, principalmente a produção de alimentos para os animais.


Urbano completa: “A suinocultura brasileira tem especial vantagem neste quesito pois no Brasil a maior parte das granjas faz uso de biodigestores, minimizando a liberação de gases de efeito estufa para o ambiente e gerando o biofertilizante, aplicado na produção agrícola, muitas vezes para adubação de culturas que servirão de alimento para os próprios suínos”, e continua: “Tais práticas são possíveis devido ao clima de nosso país, que possibilita tanto o emprego de biodigestores como a realização de agricultura durante o ano todo, atividades que não são possíveis em diversos países da Europa, América do Norte e mesmo em parte da Ásia, em razão de invernos rigorosos. Em suma, tudo isso confere maior sustentabilidade e circularidade à produção de suínos brasileira, comparativamente à de países concorrentes”.


Um dos pontos altos do evento será o painel “O que está sendo feito na nutrição animal para alcançar seus resultados e metas de sustentabilidade”, que acontece no dia 23 de março. A expectativa do Professor Urbano Ruiz é expandir a discussão sobre a sustentabilidade da suinocultura, e da produção animal como um todo, para além das porteiras das granjas, evidenciando como a produção animal e de alimentos para animais no Brasil são eficientes e menos impactantes ao ambiente do que em outros países.


Para finalizar, o coordenador afirma: “Esperamos que fique muito claro que as produções de suínos, aves e bovinos no Brasil são sustentáveis, geram alimentos extremamente nutritivos, contribuindo positivamente para o ambiente, ao contrário do que o grande público pensa”.


Leia mais sobre esse assunto em https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/34a-reuniao-anual-do-cbna-adianta-foco-na-area-de-suinos-sustentabilidade/20230207-080929-L596

© 2023. Todos direitos reservados a Gessulli Agribusiness. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


Fonte: Suinocultura Industrial

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page